UA-190766377-1
 

Recurso ao gabarito do Revalida 2021 é até segunda (13)


Os participantes da primeira etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas de Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2021 que desejam interpor recurso ao gabarito preliminar da prova objetiva e ao padrão de resposta provisório da prova discursiva podem fazê-lo até a próxima segunda-feira, 13 de setembro, por meio do Sistema Revalida.


As solicitações devem conter questionamentos relacionados apenas às respostas definidas para o gabarito e para o padrão de respostas. A banca corretora do exame analisará todos os pedidos. Os relatórios da análise dos recursos agruparão as razões de deferimento ou indeferimento em temas recorrentes nos recursos interpostos e, nesta fase, não serão encaminhadas aos participantes respostas individuais.


Os resultados das análises serão divulgados no Sistema Revalida, no dia 26 de outubro, juntamente com as versões definitivas dos gabaritos oficiais da prova objetiva e do padrão de respostas da prova discursiva.


Após análise dos recursos, no caso de anulação de itens do gabarito ou do padrão de resposta, a pontuação correspondente será atribuída a todos os participantes. Eventuais casos de alteração de itens também serão aplicados para a correção das provas de todos os participantes, inclusive dos que não tenham interposto recurso.

Será considerado aprovado na primeira etapa do exame o participante que alcançar, no mínimo, 90 pontos de um total de 150. A pontuação final será correspondente à soma da nota obtida nas provas objetiva e discursiva.


Revalida – Aplicado pelo Inep desde 2011, o Revalida busca subsidiar a revalidação, no Brasil, do diploma de graduação em medicina expedido no exterior. É composto por duas etapas (teórica e prática) que abordam, de forma interdisciplinar, as cinco grandes áreas da medicina: clínica médica, cirurgia, ginecologia e obstetrícia, pediatria e medicina da família e comunidade (saúde coletiva). As referências do Revalida são os atendimentos no contexto de atenção primária, ambulatorial, hospitalar, de urgência, de emergência e comunitária, com base na Diretriz Curricular Nacional do Curso de Medicina, nas normativas associadas e na legislação profissional.


O objetivo é avaliar as habilidades, as competências e os conhecimentos necessários para o exercício profissional adequado aos princípios e necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS). Apesar de ser aplicado pelo Inep, o ato de apostilamento da revalidação do diploma é uma atribuição das universidades públicas que aderem ao instrumento unificado de avaliação representado pelo Revalida.


Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Inep

0 visualização0 comentário